Cantor balsense Manoel Gomes, o “Caneta Azul”, é o novo garoto propaganda da Brahma

    0
    2766
    [xyz-ips snippet="Banner-728x90"]

    Conhecido como cantor e compositor do sucesso “Caneta Azul”, Manuel Gomes tem ganhado visibilidade nas redes sociais através de suas músicas chicletes como: “se você não me ama”, “vou deixar de ser besta”, “parabéns”, e muitas outras. O artista também aproveitou a oportunidade para divulgar os bastidores do álbum que está em andamento.

    Nesta sexta-feira, 13, ao meio dia, a cerveja Brahma lançará o clipe oficial de “la ele”, que promete ser o hit do verão. A faixa é fruto de uma colaboração de Manoel Gomes com o cantor Tierry.

    O cantor balsense, que ficou conhecido popularmente por “Caneta Azul”, está de contrato fechado com a companhia de bebidas Ambev e será o novo rosto da cerveja ‘Brahma’. Manoel divulgou imagens nos stories do Instagram na manhã da última quinta-feira (05), revelando a mais nova parceria e ainda atrelou um de seus hits para comemorar o fechamento do contrato.

    O “Caneta Azul”

    Manoel Gomes, o “Caneta Azul”, nasceu em 2 de dezembro de 1969. Manoel ficou famoso na internet por criar a música “Caneta Azul”, que se tornou um meme.

    Natural de Balsas (MA), Manoel demonstrava interesse pela música desde a infância. O cantor chegou a afirmar, em entrevistas, que escreve músicas desde os 15 anos de idade. Ele cursou até o ensino médio e até 2019 trabalhava como vigilante.

    O músico ganhou notoriedade no segundo semestre de 2019 a partir da música “Caneta Azul”, de autoria do próprio Manoel. Ele escreveu a música com base numa experiência pessoal de perder frequentemente suas canetas na escola. A música se tornou um viral e recebeu interpretações de vários artistas do cenário musical, como Wesley Safadão e Simone Mendes. Manoel só registrou a canção depois do sucesso.

    Após o sucesso imediato, Manoel passou a viajar pelo Brasil se apresentando em diferentes estados. Nesta época, o cantor chegou a afirmar que pretendia gravar seu primeiro álbum, com repertório totalmente autoral. No entanto, em 2020, a fama repentina coincidiu com a pandemia de COVID-19 no Brasil. Neste cenário, o cantor ainda conseguiu se destacar com a promoção de lives. Uma delas chegou a atrair mais de 1,5 milhão de espectadores. Apesar disso, Manoel Gomes enfrentou problemas de monetização e levou um golpe de seu ex-empresário.

    Em agosto de 2020, Manoel Gomes lançou Caneta Azul, seu álbum de estreia. O projeto contou com produção musical e arranjos do percussionista Laércio da Costa. Além da faixa-título, produzida em duas versões – bachata e axé –, o repertório trouxe músicas como “Maura”, “Ela É Muito É Vagabunda” e “Parabéns”. “Eu Vou Deixar de Ser Besta”, do mesmo álbum, ganhou versão em videoclipe e rendeu cerca de 100 mil visualizações em menos de uma semana.

     

    Com informações: DdB

    DEIXE UMA RESPOSTA

    dez + oito =