Empreendedores do Mercado Público Municipal foram visitados e receberam orientações sobre formalização.

Durante o dia foram realizadas visitas técnicas de orientação e apresentação das soluções e produtos do Sebrae

Um dia para o Sebrae ir a campo ouvir empreendedores e tirar suas dúvidas. Assim pode ser definido o Dia D de atendimento. A ação realizada na última quarta-feira (22), faz parte da programação da Semana do Microempreendedor Individual em todo o Brasil. Em Balsas, os empreendedores do Mercado Público Municipal receberam orientações para o desenvolvimento dos pequenos negócios.

A equipe do Sebrae esteve presente no mercado, realizando visitas técnicas e atendimentos individualizados. Os empreendedores tiveram a oportunidade de tirar dúvidas e obter informações sobre formalização, gestão empresarial, marketing e acesso a crédito. A ação foi encerrada com uma palestra sobre “Linhas de Crédito para MEI”, um assunto que gera muitas dúvidas.

A empreendedora Elisângela se formalizou pelo Sebrae e continua buscando capacitação.

Elisângela Ferreira, psicopedagoga e artesã, atualmente ocupa um dos espaços no Mercado Municipal. Ela ressalta a importância da formalização. “Sem meu CNPJ eu não teria conseguido esse espaço”. A artesã conta que sua trajetória iniciou durante a pandemia da Covid-19 e desde início o Sebrae foi um parceiro.   “Com o apoio do Sebrae, consegui registrar meu empreendimento e participei de diversos cursos que me ajudaram a melhorar minhas vendas”, destaca.

Diógenes Souza,  gerente da Unidade do Sebrae em Balsas, destacou a importância da ação. “Essa intervenção mais corpo a corpo é fundamental. Sair do escritório e visitar os empreendedores permite que possamos entender melhor suas necessidades e oferecer um suporte mais efetivo. Nosso objetivo é contribuir para o crescimento e sucesso dos pequenos negócios”.

A Semana MEI é uma iniciativa nacional que visa promover a formalização e o desenvolvimento dos microempreendedores individuais. A figura do MEI é importante para a economia, gerando empregos e renda em diversas comunidades. A formalização como MEI promove acesso a direitos como aposentadoria, auxílio maternidade, dentre outros.

De acordo com o painel de empresas do DataSebrae, utilizando dados da Receita Federal, o Maranhão tinha 279.091 pequenos negócios (MEI, ME e EPP) ativos e formalizados até o dia 1º de maio de 2024. A maior parte deles é MEI, com 132.681, seguida pelas microempresas, responsáveis por 127.283 empresas maranhenses.

Já nos 15 municípios que compõem a regional de Balsas são 12.933 Micro e Pequenas empresas (MPE) ativas e destas são 5.370 microempreendedores individuais. Apenas em Balsas são mais 2.865 MEIs ativos, das mais de 8.330 MPEs ativas.

A programação segue até esta sexta-feira (24) com oficinas e consultorias. Além de Balsas, a região conta com atividades em Carolina, São Domingos do Azeitão e Tasso Fragoso.

Maiores informações podem ser obtidas nas Salas do Empreendedor e no Sebrae em Balsas.

DEIXE UMA RESPOSTA