A Iniciativa apoia na formação de futuras líderes do setor de petróleo e gás com competências relacionadas a criatividade e liderança consciente

O programa de Mentoria de Lideranças Femininas da Indústria de petróleo e gás (O&G), realizado pela Universidade do Setor de Petróleo e Gás (UnIBP), alcança sua 7ª turma em 2024 e conta com inscrições abertas, no site da Universidade, até 19 de abril. A iniciativa proporciona troca de expertise entre gestoras e gestores, além de novos talentos, para formação de lideranças femininas do futuro. Na edição do ano passado, o projeto contou com 43 empresas e 308 participantes do segmento.
Exclusiva para empresas associadas do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), a ação poderá alcançar até 120 participantes por turma em 2024. As empresas interessadas devem inscrever uma dupla ou mais de mentoras ou mentores e mentoradas com nível gerencial. O público do programa é direcionado para mentoradas com, no mínimo, 3 anos de gestão. As mentoras e mentores precisam ter, no mínimo, 10 anos de experiência em gestão e liderança. Hoje, o IBP conta com mais de 300 empresas e profissionais associados, atuantes nos seguimentos de energia, petróleo e gás.
O programa contará com a organização de oficinas com conteúdo exclusivo, interações monitoradas e avaliadas, eventos divididos em fases para garantir o engajamento e temas aplicados de maneira transversal, como a agenda ESG, por exemplo. A iniciativa já consolidada no setor busca atender todos os tipos de diversidade. São oferecidos diferenciais como plataforma de acompanhamento das duplas mentoradas, feedback para as empresas ao término do programa e hub de temas exclusivos na plataforma de ensino.
A consultoria Appana, especializada em educação corporativa, será responsável novamente pela execução e acompanhamento do programa, promovendo a condução das oficinas formativas, dos fóruns, avaliação e monitoramento.
“Com esse programa, nós desejamos contribuir e fomentar o aumento de lideranças femininas no setor de petróleo e gás para as próximas décadas. Nosso objetivo é impulsionar a trajetória de mulheres em posição de liderança das empresas de energia, proporcionando o desenvolvimento de diferentes tipos de competências, como criatividade, liderança consciente, autenticidade, inteligência interrelacional, relações éticas e sustentáveis, e estratégias para a complexidade. Além disso, possui uma temática focada em questões de gênero e uma ampla abordagem sobre ESG”, avalia Claudia Rabello, diretora-executiva Corporativa do IBP.

DEIXE UMA RESPOSTA