Cássia Melo e Arturo Sabóia estão à frente do documentário sobre a vida de Manoel da Conceição. Foto: Fábio Barros

Filme retrata a vida de Manoel da Conceição, líder camponês, falecido em 2021

Será lançado nesta sexta-feira, 03, em sessão para convidados, às 19h00, no Palacete Gentil Braga, o filme Minha Perna, Minha Classe, que retrata a trajetória do líder camponês Manoel da Conceição, falecido em 2021.  O documentário tem direção do cineasta de Arturo Saboia e produção executiva de Cassia Melo.

O documentário conta a história do líder camponês, desde sua infância, à criação dos primeiros sindicatos, às perseguições, prisão, à fuga pelos países, até sua libertação. O projeto tem patrocínio do Governo do Estado do Maranhão e do Grupo Mateus via Lei de Incentivo à Cultura.

Para a produtora executiva do documentário, Cássia Melo, é um filme muito importante para a história do país, pois resgata a vida de Manoel da Conceição, símbolo de resistência à ditadura militar. A ideia, segundo ela, é dar continuidade a esse projeto com a produção de uma série sobre a vida do maior líder camponês do Maranhão.

O filme será exibido ao público a partir do dia 04 de fevereiro em duas sessões gratuitas: às 18h00 e às 20h00, no Palacete Gentil Braga, no centro de São Luís.

Sobre Manoel da Conceição

Manoel da Conceição morreu no dia 18 de agosto de 2021 na cidade de Imperatriz, onde viveu os últimos anos ao lado da família. Primogênito do casal de lavradores Maria Leotéria e Antônio Raimundo, Manoel da Conceição nasceu no dia 24 de julho de 1935, no povoado Pedra Grande, no município de Coroatá, estado do Maranhão. Ele foi perseguido, torturado e exilado, tendo dedicado sua vida à organização da luta pela democracia e pelos direitos dos povos dos campos e das florestas.

DEIXE UMA RESPOSTA