Fotos: Franciany Duarte.

Durante a Convenção Educar 2023, desta última sexta-feira, 04/11, em Balsas/MA, a equipe multiplicadora destacou as novidades e os avanços que darão continuidade aos projetos de crescimento ininterrupto da instituição e para isso comunicou todo o empenho na aquisição do sistema COC como inovação dentro da perspectiva de evolução pedagógica que farão os alunos a se tornarem multidescobridores, multiinterativos e multiconectados, através de um ensino multiflexível.

A Convenção também teve o propósito de apresentar alunos que estão saindo da instituição e tiveram boa aprovação no Enem e vestibulares, em diversas faculdades espalhadas pelo país, como Julia Soldatelli (aprovada em 26 faculdades, em alguns estados do Brasil); novos uniformes e materiais didáticos para o próximo ano; inclusão do programa Metaverso (que é baseado na ideia de realidade virtual e realidade aumentada. Lugar onde a realidade física e a virtual se associam. Em um mundo cada vez mais digital, a linha que separa o real do virtual é cada vez mais difusa e será mais ainda se o metaverso se tornar realidade).

A diretora do colégio, Beatriz Martins, comenta a celebração desse marco histórico no ensino particular de Balsas/MA e diz que o momento é “um divisor de águas pra história do próprio colégio”. Acentua, ainda, que “está claramente que não podemos fugir disso: o digital tem que ser aliado ao humano”.

As mudanças acontecem a partir do consenso em trazer a melhor tendência, com o ensino multiconectado, incluindo processos de aprendizagem de alunos e professores multidescobridores no mundo globalizado, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, sem ferir os princípios humanos do Colégio Educar.

É perceptível a procura cada vez maior das famílias que desejam o melhor e mais atualizado conceito de ensino para seus filhos, haja vista a conexão com a modernidade inserida em todo o contexto operacional do Colégio Educar. A ampliação do prédio do Advanced é um projeto ambicioso, conforme a apresentação animada visualizada nesta convenção, no Sakura Eventos. Beatriz explica que a modalidade não significa “uma desconecção total” dos livros e dos professores, e que faz parte de uma busca ativa da inovação.

Diretores do COC ao lado da diretoria do Colégio Educar.

Com mais de 50 anos no mercado, o sistema COC tem impulsionado estudantes com ensino que vai além dos livros, através de inovações pedagógicas que desenvolvem habilidades intelectuais e competências que alcançam resultados na vida profissional deles.

Rafael de Oliveira Leite é Diretor de Crescimento do COC e para ele, o aluno deve ser protagonista de seu próprio processo, mesmo porque “a inovação vai muito além da tecnologia”, já que ela não substitui o homem, nem o professor, sendo apenas um recurso disponível.

Também inserida no sistema de ensino, a Gamificação (emprego de técnicas comuns aos games em situações de não jogo. Ou seja, uma característica que, normalmente, aparece em jogos é adaptada para um contexto distinto, geralmente para motivar ou tornar uma tarefa mais prazerosa. Está se tornando cada vez mais usual em ambientes educacionais por uma série de razões.) tem o papel fundamental no aprendizado, já que a maior parte das crianças e adolescentes praticam os jogos online. De acordo com o Gerente de Grandes Contas da plataforma COC, Pedro Ravaiolli Junior, a gamificação está presente na metodologia do sistema educacional como “novo caminho” de atenuar as expectativas geradas nos alunos, o que também leva à evolução no planejamento didático.

Equipe de multiplicadores do Colégio Educar.

Convenção lota salão do Sakura Eventos. Pais buscam novidades e segurança pedagógica para seus filhos, em 2023;

DEIXE UMA RESPOSTA