Sobe 429% a busca por psicólogos em agosto no Brasil

    0
    473

    O movimento setembro amarelo é uma ação criada em 2015, de prevenção e combate ao suicídio. Com a chegada deste mês, inicia-se o debate sobre depressão e inúmeros outros problemas, sobretudo, desencadeados em nosso psicológico.

    Na plataforma de serviços GetNinjas, a busca por psicólogos no Brasil aumentou 429% em agosto, em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo alguns especialistas, esse salto pode estar relacionado à pandemia do coronavírus. (em julho, o aumento era de 340%)

    Para Celson Hupfer, CEO da Connekt, plataforma inteligente de recrutamento digital e Doutor em Psicologia Social, ainda assistiremos mudanças de aspectos psicológicos também no mercado de trabalho.

    “Já víamos uma série de pessoas que não conseguiam parar de trabalhar, entretanto, com a pandemia, esse comportamento se intensificou devido a mudança de rotina, cortes de salário e distanciamento social. Futuramente, poderemos ver resquícios da crise no psicológico de colaboradores e candidatos, com um aumento ainda maior da síndrome de Burnout, de estresse e insônia, devido os problemas no trabalho. Precisamos nos preparar para lidar com isso, já que o trabalho afeta o psicológico e o psicológico afeta nosso desenvolvimento de carreira, é um ciclo” avalia.

    Além de quem já está no mercado, os desempregados também foram afetados. Atualmente, mais de 12 milhões de brasileiros estão sem emprego. A plataforma Connekt, por exemplo, teve picos de novas candidaturas no site. Em agosto, foram mais de 181.228 mil novas candidaturas.

    O que acha de falarmos sobre o assunto?

    Celson Hupfer também pode abordar temas sobre mudanças no mercado de trabalho, os principais problemas que podem afetar nosso desenvolvimento na carreira, dar dicas para lideranças (responsabilidade corporativa) ou ainda, para candidatos que estão fora do mercado.

    Outros dados:

    •Segundo a Associação Nacional da Medicina do Trabalho, 30% dos brasileiros já sofriam com a síndrome de Burnout mesmo sem a pandemia.

    •Brasil é o segundo país com a população mais estressada do mundo, perdendo apenas para o Japão. Dados da pesquisa de 2017 realizada pelo International Stress Management Association (isma – Brasil).

    DEIXE UMA RESPOSTA