Selo dos Correios imortaliza legado de Marielle Franco

    0
    156

    Peça filatélica celebra a memória da vereadora que lutou por igualdade.

    Os Correios, entidade vinculada ao Ministério das Comunicações (MCom), lançaram um selo filatélico em homenagem à memória de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro assassinada em 2018. O evento, realizado em Brasília na terça-feira, 28/11, contou com a presença da deputada federal Benedita da Silva, Marinete Silva, mãe da vereadora e cofundadora do Instituto Marielle Franco, e da ministra da Igualdade Racial e irmã de Marielle, Anielle Franco e o presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos.
    Anielle Franco afirmou que o selo é um lembrete de quem governam e lutam, especialmente pelas minorias. “A política que minha irmã fez, e continua fazendo dentro de muitas pessoas, é a política do afeto, do cuidado, da coletividade. Estar aqui hoje lançando esse selo é lembrar para quem a gente governa. E a gente governa – e luta -, por toda a população, mas, principalmente, pelas minorias” disse a ministra.
    Juscelino Filho, ministro das Comunicações, também celebrou o lançamento do selo, destacando a importância de honrar a memória de Marielle Franco. “Essa iniciativa dos Correios contribui para preservar a história da vereadora, transformando Marielle em parte eternizada da história brasileira e mundial por meio desse selo postal”, ressaltou.
    Marinete Silva ressaltou o impacto de Marielle na renovação da política nacional. “Hoje podemos dizer que ela não é mais nossa, pois o que Marielle significa está em todo o mundo, transcende. Por isso ela está presente e estará sempre”, destacou.
    O presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos, destacou a escolha do Mês da Consciência Negra para celebrar Marielle, ressaltando a conexão da trajetória dela com figuras emblemáticas como Zumbi dos Palmares e Dandara. Benedita da Silva expressou sua gratidão pela iniciativa, enfatizando que o selo não é apenas uma lembrança, mas um instrumento para continuar a luta.
    O selo estará em exposição até 1º de dezembro na sede dos Correios e, posteriormente, no Museu Nacional dos Correios, em Brasília. A arte do selo, cedida pelo Instituto Marielle Franco, retrata o perfil da vereadora e está disponível para compra online e em todas as agências dos Correios, sob demanda.

    DEIXE UMA RESPOSTA