Seis dicas de especialista sobre os principais cuidados com o pulmão

    0
    186

    É de conhecimento comum que o cigarro é um dos agentes causadores de problemas pulmonares. A cada “tragada”, o fumante absorve mais de quatro mil substâncias tóxicas e, com o uso contínuo, mais de 50 doenças podem ser desencadeadas. Os dados são do Ministério da Saúde.

    “O fumo é o maior agressor do pulmão, causador de muitas doenças, principalmente as respiratórias, como doença pulmonar obstrutiva crônica, bronquite crônica, enfisema pulmonar, além do câncer de pulmão. Portanto, a indicação que fazemos é que você não fume e que, quem já faz uso do cigarro, busque ajuda médica para cessar com o tabagismo”, reforça o pneumologista da Hapvida NotreDame Intermédica, João Carlos Rodrigues de Almeida.

    Evite a poluição
    O especialista explica ainda que, apesar de ser um fator de grande influência, evitar o uso de cigarros é apenas um dos cuidados que o indivíduo deve ter para manter a saúde pulmonar. “Além do fumo, para proteger nossos pulmões, devemos evitar a exposição aos poluentes do ar, que também causam enfermidades, principalmente, àquelas pessoas que têm alergias, como asma e rinite. Portanto, manter-se afastado dessas substâncias nocivas é muito importante”, afirma.

    Mantenha a casa ventilada
    Dentro do lar de cada pessoa, alguns cuidados também são indicados. O pneumologista orienta manter a casa bem ventilada, facilitando a circulação do ar, tendo em vista que essa atitude ajuda a diminuir a concentração dos alérgenos.

    Esteja com a vacinação em dia
    Outra dica dada pelo especialista é estar com a carteira de vacinação em dia, evitando assim as doenças que afetam os pulmões. “Nós tivemos recentemente a pandemia da Covid-19 e a imunização foi uma arma importante para garantir a nossa segurança. Do mesmo modo, a vacinação contra a pneumonia é fundamental, principalmente para os pacientes mais idosos, junto a da gripe, que é uma vacina segura, testada há muitos e muitos anos e está sendo sempre disponibilizada anualmente pelo SUS”, ressalta.

    Tenha uma alimentação equilibrada e faça exercícios físicos
    A alimentação saudável, contendo frutas e verduras, rica em nutrientes é fundamental para o bom funcionamento do corpo humano. Aliado à atividade física regular, contribui para o correto desempenho dos pulmões, fortalecendo a musculatura respiratória e do coração.

    Beba água
    Essa é uma dica essencial. João Carlos explica que nos tempos secos e com muito calor, é importante manter-se bem hidratado. “O aparelho respiratório produz uma espécie de muco para lubrificar as mucosas e quando estamos desidratados ele fica espesso e difícil de ser limpo e eliminado, portanto, a hidratação é importante para a saúde respiratória”, relata.

    Diminua o estresse
    “O estresse na nossa vida contribui para as doenças, inclusive afetando o pulmão. Sendo assim, devemos combater o estresse e não abrir mão dos momentos de relaxamento e harmonia, que contribuem para a longevidade. Cuidar bem do pulmão é viver todos os aspectos da vida de forma saudável”, finaliza.

    DEIXE UMA RESPOSTA