Quase metade dos casamentos no Brasil não duram mais de dez anos, aponta IBGE

    0
    138

    O levantamento mostra que 47,7% dos casais se divorciam com menos de 10 anos de união. O resultado representa um aumento de 10 pontos percentuais nos últimos 12 anos

    Quase metade dos casamentos que terminam em divórcio no Brasil não dura mais de dez anos, segundo dados das Estatísticas do Registro Civil de 2022, divulgados nesta quarta-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    O levantamento mostra que 47,7% dos casais se divorciam com menos de 10 anos de união. Na comparação com 2010, que registrou 37,4% de separações com o mesmo período entre o casamento e o divórcio, o avanço foi de 10,3 pontos percentuais.

    O grupo de casais que ficou casado entre 10 e 19 anos até o divórcio permaneceu praticamente o mesmo nos últimos 12 anos, variando de 26,6% em 2010 para 25,9% em 2022.

    Na outra ponta, o número de divórcios entre pessoas com mais de 20 anos de casamento caiu, saindo de 36% em 2010 para 26,4% em 2022.

    LEIA TAMBÉM:

    Número de divórcios no Brasil bate recorde e chega a 420 mil, mostra IBGE

    Tempo médio de casamento cai Brasil

    Com os dados mostrando que mais pessoas ficam menos tempo casadas, o tempo médio entre o casamento e o divórcio diminuiu no Brasil. Em 2010, o período médio que um casamento durava no país era de 15,9 anos. Após mais de uma década, o número caiu para 13,8 anos.

    As regiões Sul, com tempo médio de 15,3 anos, e o Nordeste, com 14,7 anos, são onde os casamentos duram mais tempo, acima da média nacional.

    O Centro-Oeste, com média de 12,7 de duração, é a região a brasileira com menor tempo médio entre o casamento e o divórcio. A região é onde existem mais pessoas casadas em relação ao total da população.

    DEIXE UMA RESPOSTA