OGMO-ITAQUI realiza caminhada Outubro Rosa para conscientizar sobre prevenção ao câncer de mama

    0
    135

    Na tarde deste último sábado, 21, o Órgão Gestor de Mão de Obra Portuária e Avulsa (OGMO Itaqui) realizou com êxito a primeira edição da “Caminhada Outubro Rosa” no Parque do Rangedor, em São Luís. Organizado pelo setor de saúde do OGMO, o evento teve como propósito sensibilizar homens e mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

    A iniciativa, além de refletir o comprometimento contínuo do OGMO Itaqui em promover o bem-estar e a saúde de seus colaboradores, contribuiu para a conscientização sobre a importância do autocuidado e sobre os alarmantes números do câncer de mama, o segundo tumor mais comum e mais letal entre as mulheres.

    Ivonete Carvalho, gestora de saúde do OGMO, enfatizou a importância do diagnóstico precoce, destacando que isso pode salvar vidas e que a conscientização é essencial tanto para as mulheres quanto para os homens. “O OGMO promove ações como essa todos os anos, mas este ano decidimos sair da caixinha para alertar mais pessoas sobre a importância do autoexame”, afirmou.

    Além da caminhada, o OGMO Itaqui mantém um programa de Saúde e Valorização do Trabalhador e da Trabalhadora Portuária, conhecido como VOLTA. Este programa segue um cronograma anual de ações, todas voltadas para momentos de sensibilização e prevenção da saúde. Ivonete enfatizou que o compromisso do OGMO Itaqui em garantir o bem-estar daqueles que fazem parte da comunidade portuária é evidente em suas iniciativas de saúde, que ocorrem durante todo o ano, não se limitando apenas ao mês de outubro.

    O Instituto Nacional do Câncer (INCA) destaca a urgência da conscientização e prevenção do câncer de mama. O câncer é o primeiro em letalidade entre os tumores, e somente em 2022, foram diagnosticados 840 novos casos no Maranhão. A boa notícia é que o diagnóstico precoce eleva as chances de cura para 95%.

    Uma história inspiradora que destaca a eficácia do diagnóstico precoce é a de Roberta Aguiar, gestora pedagógica de 41 anos, que foi diagnosticada com câncer de mama aos 38. Convidada pelo OGMO para participar da ação, após a caminhada, foi formada uma roda de conversa onde Roberta respondeu perguntas, tirou dúvidas e compartilhou sua experiência, luta e vitória contra a doença.

    Na ocasião, Roberta fez questão de enfatizar a importância da campanha Outubro Rosa: “Eu acho muito importante essa campanha e que bom que nós temos um mês para conscientizar todas as mulheres e homens sobre a importância deste tema. As pessoas precisam ter esse autocuidado, e eventos como este, organizado pelo OGMO, ajudam a fazer esse alerta para a sociedade sobre o quanto é importante as práticas de prevenção para que você possa correr atrás do diagnóstico e iniciar o seu tratamento de forma mais rápida para que ele possa ser eficaz”, disse.

    DEIXE UMA RESPOSTA