Fundação Agrex inaugura Casa do Artesão, no centro de Balsas

    0
    673

    Por vários anos, o Instituto Agrex mantem salas com diversos cursos para atender à comunidade balsense. Sem distinção de classe, cursos que vão desde fotografia, beleza, culinária de comidas ou bolos e salgadinhos, além de corte e costura, bordados etc, que são ministrados por profissionais com experiência e didática que facilitam o aprendizado, levam os alunos a gerarem capital extra, em casa ou em praças públicas como a Feirinha do Artesanato, de quinta-feira a noite, na Praça da Matriz ou na sexta-feira, no Espaço de Alimentação de frente o Ginásio Poliesportivo ou mesmo em casa.

    Chá de casa nova inaugura Casa do Artesão

    Com o intuito de aproximar os artesãos do centro comercial para facilitar a venda de seus produtos confeccionados durante os cursos, o Instituto Agrex inaugurou e mantem uma extensão, chamada Casa do Artesão, na Rua Maria Bezerra, nº 140 – Bairro de Fátima, próximo do centro da cidade. Além do mais, essa extensão tem como objetivo atender alunos e ex-alunos que desejarem produzir e vender no próprio local seus produtos manufaturados. Para diferenciar da matriz, a Casa do Artesão “atenderá apenas cursos rápidos – cursos de um dia, um período – como um salgado ou bolo diferente, pipoca gourmet, laços em fita, penteado, sobrancelhas etc”. Comentou Débora Motta Mello, Gestora de Projetos Sociais do Instituto Agrex, desde sua criação, há 09 anos. “Inclusive estamos finalizando para adolescentes, cursos de Recepcionista e Operador de Caixa, com apenas 04 aulas”. Lembra Débora.

    A colaboradora Carlândia Santos de Sousa, que desde o início é instrutora de artesanato (havaianas decoradas) e uma vez por semana dispõe de uma tarde para atender na Casa do Artesão, já que é uma das normas para quem quer fazer parte o quadro de vendedoras de seus próprios produtos e aproveitar o ambiente, que é muito procurado pelas consumidoras. Para ela, “o local facilitou muito e além de ser aconchegante, traz uma paz e se torna terapêutico e interativo, porque a gente conversa e se atualiza”.

    Rônia Marchioretto, 10 anos de profissão como cabeleireira, há mais ou menos dois anos conheceu o Instituto Agrex, e disse que se identificou com a proposta e o serviço social que presta, onde participou de vários cursos e o último de fotografia, mas como sua paixão é penteado, “uma grata surpresa” foi o convite para ensinar aos novos aprendizes ou àqueles que buscam inovações em cursos rápidos.

    Rônia reforça ainda mais quando diz que “é uma busca constante tanto de aprendizado quanto de métodos e dinâmicas para ensinar. Além de estar bem localizada, professores capacitados e com boas regras de convivência como a pontualidade e respeito à organização. Quando termina as aulas mantemos o ambiente limpo, mantemos a discrição para não atrapalhar as outras turmas e principalmente a solidariedade uns com os outros”. Conclui Rônia.

    Débora Mota Melo deverá ficar fora do Instituto por alguns meses enquanto Evani Perussato assumirá sua ausência como coordenadora da Casa do Artesão.

    DEIXE UMA RESPOSTA