Festividade na conclusão da novela Terra Nova

    0
    275
    Joaquim Rock, ator: Nonato Nogueira, diretor: Clara Costa, cerimonial; Alessandra Machado, atriz; Francisco de Assis, ator

    Inabalável pelas críticas e consumido pela expectativa, o diretor de Terra Nova, apresentador de televisão Nonato Nogueira, também soube apresentar a conclusão da novela, em noite festiva, no clube da AABB, no mês de julho, cercado de convidados especiais como o prefeito Rochinha e a imprensa local, o resultado final de uma trabalho tipicamente ambicioso para o porte da localidade e com o pouco recurso financeiro que não lhe sobrepõe à vontade da realização deste projeto.

    terra nova capa

    Terra Nova é uma novela em poucos capítulos, mas que mostra os tempos áureos da política do cabresto e as ameaças impostas pelo coronelismo. Também, em acentuado momento, ou grande parte da novela, o diretor prioriza os pontos turísticos da região, talvez o que o fez atrair certa verba do governo estadual e de certa forma, contribuição da prefeitura de Balsas, já que, quem a assistirá terá muita água na boca, fluída pelas belezas naturais e pelas atrizes que decoram as paisagens.

    Complicações de convivência cotidiana, transferida da realidade para a telinha, são retratadas pelos atores e atrizes que compõem o elenco (mais de 40).
    Astuto na busca de recursos, Nonato Nogueira também soube a quem recorrer, como ao empresário/prefeito Eliomar Nogueira, que o favoreceu, não só com o financeiro, mas com grande parte do cenário, emprestando sua magnífica casa, onde grande parte dos sets foram filmados, tanto em Balsas como em Brasília, mas também com a participação quase em sua integralidade com sua esposa Alessandra Machado, que não titubeou e mostrou ser uma atriz nata.

    Francisco de Assis, o ator principal, não externou nenhum mistério porque todos sabemos de seu talento como ator. Porém incorporou o político impostor e nojento que não pode perder sua campanha eleitoral em hipótese alguma.

    Entre milhares de cenas gravadas, brigas, intrigas e rivalidade com cenas de amor, mas nada de pornografia ou nudismo, senão erotismo que embeleza o cenário, onde ressalta a cor e a pureza da mulher maranhense nas profundezas das águas cristalinas de lagoa, rios e cachoeiras.

    Dentre mais de 300 pessoas, atores e convidados, uma estava representando o governo estadual, pela pasta da Secretaria de Cultura, como também Fabrícia que representou o Grupo Mateus, o qual colaborou bastante para a produção da novela.
    Na verdade, o diretor teve a melhor das intenções, pelo bom roteirista que é, apresentando pela sétima arte aquilo que temos de mais belo na região, porém o aval poderia ser bem mais gratificante se o mesmo tivesse pensado num curta metragem como “Ai que Vida” ou “Parazinho e Maranhão”, que tem sucesso nacional e seguem em várias edições.
    O diretor Nonato Nogueira e sua equipe técnica agradeceram aos patrocinadores e o apoio da comunidade. O mais importante é que o alívio de dever cumprido chegou com requinte de vitória e seu troféu ainda virá com o reconhecimento do público e das entidades civis e governamentais para empreender novos projetos.

    VEJA AS FOTOS DO EVENTO ABAIXO:

    DSC00042 DSC00043 DSC00044 DSC00045 DSC00048 DSC00057 DSC00060 DSC00061 DSC00063 DSC00065 DSC00066 DSC00067 DSC00068 DSC00073 DSC00080 DSC00084

    TAMBÉM VEJA ALGUNS SETS DA NOVELA:

    terra nova tordelino ferreira terra nova cozinha terra nova CRENÇA terra nova MORTE terra nova NONATO terra novaterra nova MENINOS

    terra nova DROGAS terra nova GILMARterra nova BANDIDOS

    DEIXE UMA RESPOSTA