Estudantes de Imperatriz ganham prêmio nacional de empreendedorismo social e representarão o Maranhão em campeonato mundial

    0
    511
    Time Enactus da Faculdade de Imperatriz (FACIMP), vencedor do ENEB 2022 (Foto: Divulgação)

    O Time Enactus FACIMP faz parte de uma organização de jovens universitários dedicada a melhorar o mundo através da ação empreendedora

    O Time Enactus da Faculdade de Imperatriz (FACIMP) – Maranhão conquistou a primeira colocação no Evento Nacional Enactus Brasil (ENEB), que aconteceu entre os dias 28 e 29 julho e premiou as melhores iniciativas de empreendedorismo social universitário do país. A vitória na competição garante ao Time um lugar na etapa mundial, a Enactus World Cup, representando o Brasil entre os outros 34 países. O encontro mundial deste ano acontece em Porto Rico, nos dias 30 de outubro a 2 de novembro.

    “Uma única fruta com o poder de alimentar uma comunidade com 90 famílias no interior do Maranhão” é como Isabella Bastos, membro do Time Enactus FACIMP, descreve a iniciativa vencedora. Os três projetos desenvolvidos pelos estudantes – Mudaí, Coffí e Adubaí –  foram implementados em uma comunidade de 400 habitantes na cidade de Imperatriz e todos eles utilizam como matéria prima o caroço do açaí. A partir da parceria com a Enactus, os estudantes desenvolveram os projetos que mudou o destino das sementes da fruta típica brasileira, que passou a ser redirecionada para o reflorestamento; se tornou fonte de renda a partir da produção de fertilizante orgânico; tijolo ecológico; e café sustentável.

    Os estudantes atuam diretamente com os moradores da região do KM 1700 da cidade Imperatriz, no Maranhão, que contempla mais de 90 famílias que até então, apresentavam dificuldades como falta de infraestrutura e internet, além de precárias condições de alimentação e saneamento básico. Toda a arrecadação dos projetos retorna como renda a esses moradores.

    Além do Time FACIMP, durante o Evento Nacional, mais de 55 times da Enactus de todo o Brasil se reuniram para apresentar os resultados anuais dos projetos, que são avaliados por uma banca de profissionais  e empresários – 331 juízes – de grandes companhias parceiras da organização, entre elas estão Ford, BIC, Tilibra, KPMG, Unilever, entre outras empresas. Este ano, o evento reuniu mais de 850 participantes, estudantes de 19 Estados, de todas as regiões do país. Foram concedidos mais de R$285 mil reais em premiações aos times. 

    O Time Enactus UFPA também se destacou, conquistando o segundo lugar na competição. O vice-campeão desenvolveu o projeto Anamã, iniciativa que busca diminuir o fluxo de plástico nos rios e oceanos por meio da criação de ecobarreiras.

    DEIXE UMA RESPOSTA