Dez Audiências Públicas do Zoneamento Ecológico Econômico do Maranhão (ZEE-MA), etapa Bioma Cerrado e Sistema Costeiro, começaram hoje, dia 19 de outubro, com uma série de eventos a serem realizados pelo Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (Sepe) e do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc). As audiências ocorrerão nos municípios de Pedreiras, Colinas, Presidente Dutra, Balsas, Caxias, Estreito, Chapadinha, Barra do Corda, Barreirinhas e São Luís.

O secretário de Estado de Programas Estratégicos, Luis Fernando Silva, ressaltou que o ZEE do Bioma Cerrado e Sistema Costeiro é resultado do trabalho de mais de 200 pesquisadores, entre professores, cientistas e técnicos, que visitaram os 109 municípios do território pesquisado.

“Sob a orientação do governador Flávio Dino, o Maranhão realiza uma maneira diferente de formular políticas públicas, que é com a participação da sociedade, a exemplo do que aconteceu durante as audiências do ZEE do Bioma Amazônico, e acontecerá com o Bioma Cerrado e Sistema Costeiro. O ZEE maranhense é um exemplo de instrumento governamental que utiliza a prata da casa e empodera os pesquisadores de todos os aspectos desse trabalho, além de promover a democratização do conhecimento sobre o território”, destacou.

O presidente do Imesc, Dionatan Carvalho, relembrou que os relatórios já entregues sobre o ZEE Cerrado e Sistema Costeiro estão disponíveis para acesso da sociedade. “Todo o trabalho já entregue pode ser acessado no site www.zee.ma.gov.br. E as audiências permitirão que toda a sociedade possa interagir com a equipe técnica de elaboração do ZEE, apresentando informações que servirão para o planejamento do território ao longo da década de 2020”.

Audiências

As audiências públicas do Zoneamento Ecológico-Econômico do Bioma Cerrado e Sistema Costeiro sempre iniciam às 09h00, nas datas e locais abaixo:

– Dia 19 – Colinas, no auditório da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)

– Dia 19 – Pedreiras, no auditório do Instituto Federal do Maranhão (IFMA)

– Dia 20 – Balsas, no auditório da UEMA

– Dia 20 – Presidente Dutra, no auditório da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp)

– Dia 21 – Estreito, no auditório da Câmara de Vereadores

– Dia 21 – Caxias, no auditório da UEMA

– Dia 22 – Barra do Corda, no auditório da Polícia Militar, com foco para os povos indígenas; e sala virtual para toda a sociedade, com acesso disponibilizado após inscrição no link http://amplo.imesc.ma.gov.br/#/form/YNYU40N8

– Dia 22 – Chapadinha, no auditório da Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

– Dia 25 – Barreirinhas, no auditório do IFMA

– Dia 26 – São Luís, no auditório do Palácio Henrique de La Rocque; e em sala virtual, com acesso disponibilizado após inscrição no link http://amplo.imesc.ma.gov.br/#/form/4A39WCQ5

O ZEE é coordenado pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (Sepe), e conta com a colaboração técnico-científica da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), coexecutora dos trabalhos, bem como da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), da Embrapa Amazônia Oriental e do Serviço Geológico Brasileiro, além de órgãos e entidades do Governo do Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA